FacebookPixel
Voltar \ Arquitectura - 7 Passos Essenciais

Arquitectura - 7 Passos Essenciais

24 ago 2021
Arquitectura - 7 Passos Essenciais
Construír uma casa é o sonho de muitos. Conhecer os passos a dar antes de embarcar na aventura é portanto fundamental.
A pandemia Covid 19 trouxe algumas alterações no paradigma habitacional de muitas famílias. Houve um aumento na procura de terrenos e de habitações unifamiliares promovida pelos dever de estar confinado em casa e com necessidade de expandir os nossos limites físicos para fora das nossas paredes.

Muitos clientes nos procuraram a pedir ajuda técnica, para encontrar o melhor terreno ou a melhor casa com uma área exterior para que os filhos pudessem brincar nos períodos pós aulas e, onde pudessem desenvolver as suas actividades em teletrabalho.

O modo de habitar é muito próprio de cada família, por isso, é muito importante que quando se toma a decisão de procurar uma casa ou um terreno para construção, se saiba exactamente o que se quer e também o que não se quer. É fundamental que se recorra a profissionais experientes que ajudem a passar para o projecto aquela que é a forma de habitar de cada família, pois estes saberão traduzir para uma linguagem tridimensional, aquelas que são as preocupações e os objectivos de quem quer construir.

O processo de construir uma casa nova é um processo activo entre o arquitecto e o “Dono de Obra”, para além da estética é possível afinar custos, timings e materiais. O objectivo é obter um resultado final que funcione para quem o vai habitar e onde se privilegie o resultado final de quem o vai habitar.

É neste sentido possível ter uma arquitectura de assinatura e funcional, com custos controlados e com uma duração de processo planificável.

Hoje em dia é possível construir-se desde as centenas por m2 até aos largos milhares por m2, contudo é importante olhar para a construção de uma casa como um activo imobiliário, pelo que se deve procurar um investimento equilibrado para cada situação. De forma mais simples podemos dizer que se a ideia for não perder dinheiro não sera aconselhável investir 2M€ num activo cujo o valor comercial nunca ultrapassará o 1º Milhão de Euros investidos.  

O processo de escolha de um terreno, o que construir, como construir e a própria construção é  é por isso complexo e com muitas condicionantes. Para que tudo corra conforme o previsto, aconselham-se alguns passos que reduzem a taxa de erro da operação.
  1. É importante que desde o momento 0 (zero) o cliente comprador se faça acompanhar da sua equipa de consultores na àrea da arquitectura e do projecto.
A escolha da casa ou do terreno é fundamental para que todo o restante processo corra de acordo com o previsto e com a garantia que é possível executar-se o que se pretende.

A àrea do terreno, a localização do terreno, a sua geografia, a sua disposição, a sua exposição solar, o seu acesso e as condicionantes camarárias são determinantes para validar ou anular a pretensão de um cliente.

É neste sentido muito importante garantir que o terreno cumpre com o que se pretende, e se está capacitado a receber o projecto da casa com as premissas que o cliente idealizou e dentro dos valores pretendidos para a operação.
  1. É importante perceber-se qual é a àrea de implantação da casa e perceber-se como a casa vai funcionar no terreno.
São inúmeros os casos em que a compra de um terreno, sem uma due dilligence, que se transforma numa dor de cabeça para quem quer construir. A legislação limita as distâncias aos limites do terreno e muitas vezes impossibilita a abertura de vãos para cima dos terrenos vizinhos, se a casa não estiver a mais do que determinada distância.

Se há clientes que tiram partido desta situação para construir a casa dos seus sonhos, há outros casos em que a lista de situações a abdicar no projecto cresce bastante sendo incontornável a necessidade de se recorrer a soluções mais caras para resolver os problemas do terreno.
  1. Desenvolver um Estudo Prévio
Desenvolver um estudo prévio para a casa ajuda a perceber que é possível construir o programa que se pretende no terreno escolhido, pois é a concretização das ideias de cliente e arquitecto de uma forma mais real e prática.

Este estudo prévio é muitas vezes apresentado a construtores para que se criem balizas de valores para o tipo de projecto definido.

O estudo prévio depois de fechado serve de “bitola” para o inicio do projecto final. Com ele afinam-se áreas, valores m2, tipo de construção, relações de interior/exterior. No fundo é o determinar do ADN do projecto final.
  1. Pedido de Informação Prévia
No caso dos terrenos isolados em zonas consolidadas é muitas vezes aconselhável fazer um Pedido de Informação Prévia ao município pois é uma ferramenta que dá uma garantia de viabilidade de construção sobre aquele terreno especifico, respondendo a camara de forma vinculativa.

São processos geralmente mais rápidos e económicos do que um pedido de licenciamento e que vinculam a resposta da Câmara ao que se pretende.

Salvo raras excepções descritas na lei, a aprovação de um PIP permite a instrução de uma comunicação prévia quando se pretender uma licença de construção o que muitas vezes torna o processo mais curto. 
  1. Pedido de Licenciamento
É a fase do processo em que o projecto se encontra entregue as entidades publicas para avaliação e pretendida validação.
  1. Projecto de Execução e Caderno de Encargos
O projecto de execução é, para nós técnicos, o grande momento do projecto de arquitectura e compõe-se de um conjunto de peças chave determinantes para a boa execução da obra, fornecimento dos materiais correctos, controlo de tempos e de custos.

Chama-se de projecto de execução às peças desenhadas e escritas de pormenorização da casa e da obra. Desde a estereotomia dos materiais a aplicar, ao fornecedor dos materiais e à aplicação dos materiais tudo é possível quantificar, escolher e afinar se o projecto de execução nos der essa informação.

As informações dadas por estas peças permitem-nos entender melhor o projecto, defender o cliente, orçamentar com detalhe e com rigor e criar um caderno de encargos pormenorizado, bem como um time table das várias fases da obra, o que oferece uma garantia de qualidade sem derrapagens de preço e de tempo. 
  1. Acompanhamento da Obra
Pela experiência da MBM Company, estes 7 passos são determinantes para o sucesso de construção de uma casa reduzindo em mais de 90% todos os problemas que podem ocorrer durante um processo de planificação e construção de uma casa.    
Independentemente do tamanho e dimensão da intervenção que se está a executar, a existência de um acompanhamento de obra, por parte da equipa que criou o projecto e o desenvolveu com o cliente, é determinante para evitar erros graves durante o processo de construção. É comum e normal que existam dúvidas por parte da empresa de construção e ninguém melhor que a equipa de projecto para resolver esses pormenores de forma a garantir uma resposta eficaz que resolva o que cliente pretende.

Salvador Morais
Senior Architect & Consultant

MBM Company
Rua Castilhonº14 – Edificio UACS – 2º Piso

salvador.morais@mbmcompany.pt
Veja Também